quinta-feira, 14 de julho de 2016

Made in: Capazes

"Tu caíste e não te conseguiste levantar, tentaste tudo, pediste ajuda, tentaste sozinha, rezaste a todos os anjos em que acreditavas, desististe de tentar, tentaste outra vez e não saístes do chão.

Agora que estás no chão e não te consegues levantar de nenhuma maneira, deixa-te estar, se não há mais nada a fazer, desfruta do chão, descansa das vezes que te tentaste levantar, senta-te, respira e acalma-te. Não stresses, lembra-te da mulher forte que és, lembra-te de todas as vezes que já te levantaste.

Já calma, respira fundo só mais uma vezes, agora é a parte da prática, vais ter de usar todas as forças que (ainda) tens, vais ter de largar os medos e pessimismos, e levantar-te. Levantar-te… com tudo o que tens, levanta-te. Finalmente de pé, longe do chão, usa aquele teu perfume de que me estavas sempre a falar, aqueles calções que ficavam bem com as botas.

Erra, cai, chora, chora muito, ri ainda mais, chateia-te, defende os teus valores, canta no meio da rua, dá-te com amigos diferentes, usa e abusa das tuas qualidades, melhora os teus defeitos. Sê a pessoa mais feliz do mundo.

Tu és mulher, sabes bem o que é sofrer, sabes bem o que é sentir 400 sentimentos ao mesmo tempo e não ser possível descrever nem um, mas também sabes o que é ser forte, o que é disfarçar umas olheiras, o que é disfarçar um choro com um sorriso, dizer que está tudo bem, quando nada podia estar pior. Vá, miúda, sê feliz e contagia os outros com a tua felicidade.

Só mais uma coisa… sê feliz."

Sem comentários:

Enviar um comentário