quinta-feira, 25 de fevereiro de 2016

A minha Mae (continuaçao)

Aparentemente ela está mais calma, voltamos ao medico daqui a 15 dias. Só espero que ela nao me tenha a mentir e que tenha tirado aqueles macaquinhos da cabeça... pensava que o medico ia acrescentar mais algum medicamente mas nao, só daqui a 15 dias é que fará um ajusto na medicação. Hoje apetecia-me ver um filme, distrair um pouco e isso provavelmente é a minha única distração que posso ter. Estou a pensar em ver a "Idade de Adele" mas se houver (ainda) alguém por ai que quera dar alguma sugestão, é bem-vinda.

quarta-feira, 24 de fevereiro de 2016

A minha Mãe

Querido diário, o dia de ontem nao foi fácil, nem sei o que dizer... a minha Mãe está pior do que pensava... ontem ia acontecendo um tragedia. Eu nao acreditava como é que ela alguma vez pôde pensar naquilo... e a minha impotência, nunca percebi nada, nao desconfiei de nada. É horrível, nos queremos ajudar e nao sabemos como, daqui a pouco vamos falar com o psiquiatra dela, espero que ele faça um ajusto nao medicação porque ela nao esta nada bem, e eu tambem nao... As vezes nao sei se serei boa atriz, mas a verdade é que mesmo com aquela dor em mim, consegui ir trabalhar como nada fosse e ninguém dar por isso... de manha os meus olhos estavam tao inchados que mal os conseguia abrir... o que me valeu foi o gelo que pôs ao pequeno almoço e assim disfarçou um pouco. E agora é aquele medo que ela pense novamente numa coisa daquelas, quando saio de casa tenho medo que ela pense naquelas coisas estupida e que faça alguma asneira... só queria poder ter uma poção magica e conseguir voltar a ter a minha mama de novo... nao a consigo reconhecer, e isso custa tanto.

Nao sei que milagre é que ouve ontem, nao sei o que poderia ter acontecido, nem consigo tolerar essa hipóteses, mas se houve alguém que a salvou, tenho a agradecer. OBRIGADA MEU DEUS, SE ESTÁS AI OBRIGADA, NUNCA TE ESQUEÇAS QUE VOU FICAR ETERNAMENTE GRATA POR ISSO.

quinta-feira, 18 de fevereiro de 2016

Coisas da mente

Enquanto caminho consigo ver na minha sombra a tua mão pousada no meu ombro, e sinto-te.

segunda-feira, 15 de fevereiro de 2016

Continuando...

Há pouco, no telejornal estava a ouvir que o papa poderia ter estado apaixonado durante anos por uma mulher, mas a sua "profissão" nao o deixou "avançar".

E nisto vem tudo ao meu pensamento...

E pensei o quanto gostaria de um dia amar alguém, gostava de saber o que isso de amar?
Será que algum dia vou amar assim? Duvido, as vezes acho que nao tenho essa capacidade. Nao sei se serei demasiado fria, se terei uma pedra no lugar do coração ou se serei demasiado desapegada...

domingo, 14 de fevereiro de 2016

Que dia é hoje!?!

 
Hoje é mesmo que dia!?!
 
Os anos passam e nada muda... sou incapaz, é mais forte do que eu.
 
O amor é uma dadiva, o amor entre 2 pessoas sem lanços de sangue é um num milhão.
 
 
(Imagem roubado de "Deixa o teu mundo girar")
 

quinta-feira, 11 de fevereiro de 2016

Nunca vou ser capaz

Há coisa que nunca vou perceber nem vou ter capacidade para reagir... nem vou responder. Tem tanto de bom como de mau e traz-me muitas perguntas: o que é que queres? porquê eu? o que é que aconteceu?

quarta-feira, 10 de fevereiro de 2016

Vamos a mais um

Nao sei se é por esta perto dos Óscares, mas nesta altura vejo sempre mais filmes... e hoje vou a mais um, desta vez vai ser Joy.

Brooklyn... excelente

Estava mesmo a precisar disto... um filme capaz de tirar-me deste meu mundo durante 2 horas... adoro isso, gostei de tudo, deitei muitas lágrimas, então no final, hoje estava uma lamechas, senti tudo naquele filme, fez-me (voltar) a sentir saudade e fez-me (interiormente) apaixonar-me. Acredito que cada pessoa sentirá este filme de maneira diferente, como mais ou menos intensidade... mas sem duvida que recomendo.

Aqui fica um excerto:

"Quando chegar na imigração mantenha os olhos bem abertos, parecendo que sabe para onde vai. Tem que pensar como Americana. Sentirá tanta saudade que vai querer morrer, e nao a nada que possa fazer a respeito, alem de esperar. Mas vai esperar. E isso nao te vai matar. Um dia o sol sairá. Talvez nao note de imediato, mas vai sentir. E logo dará conta de que está pensando em algo mais. Alguém que é só seu. Entao vai perceber... que este é o lugar onde sua vida está."


terça-feira, 9 de fevereiro de 2016

E a minha vida tem sido isto

E a minha vida tem sido isto, com tudo de bom e de mau, numa espécie de alegria, preocupação e ansiedade... um misto de emoções, estranhas.

O tempo tem sido pouco...melhor, o tempo livre tem sido escaço. Tenho aproveitado as noites e os fins de semana para por muito coisa em ordem, porque mesmo depois da abertura no dia 21, muito ficou por fazer, hoje quase que ficou tudo em ordem, é só "limar umas arestas" e posso dizer que está tudo ok.

Ainda me ando a habituar a esta mudança, parece que aconteceu muita coisa ao mesmos tempo, foi tudo muito rápido, e isto da minha Mãe tambem me deixou preocupada, já está a ser medicada, mas os progressos são lento, nao é de um dia para o outro que se nota melhoras, o medico disse que em 3 semanas ja se notaria uma grande evolução, assim espero.

No trabalho mesmo assim, tenho estado confiante, valha-me isso.

Como nao fique a fazer "noitada" hoje vou aproveitar para ver o filme "Brooklyn". Tive na duvida ente "Joy" mas este fica para outro dia.

domingo, 7 de fevereiro de 2016

A reler

«Viciei-me no caminho, no seguir, no descobrir. Na viagem. Caminhos que não são rectos. São sinuosos, curvos. cíclicos. Sobem e descem, por vezes são mais planos, outras são duros e apetece voltar atrás. Mas há que seguir. Sempre. E quanto mais se segue e descobre mais difícil é parar. Já não se pode voltar atrás. Nunca. Nada volta para trás. Tudo evolui, se regenera, se transforma.
Sigamos então caminho, ao nosso ritmo, mas sem esquecer os ritmos que nos unem a todos.»
 


Trabalhando, organizando e a tentar novamente combater uma depressão, a depressão da minha Mãe... como é difícil: paciência e amor, muito.