quinta-feira, 26 de fevereiro de 2015

Calendário

Já estamos no final do segundo mês do ano... o tempo corre, ora a um ritmo compassado ora à velocidade da luz... Sair mais vezes da minha zona de conforto era (é) o único compromisso que tinha (tenho) para comigo este ano... Pois, confesso que ainda não o fiz muitas vezes, talvez uma ou duas... ainda hoje evitei uma situação, que me incomodava.

Bem, mas uma das coisas boas que tenho conseguido é gerir melhor o tempo... os meus pais dizem que sou uma escrava de mim própria, infelizmente é verdade. No entanto, tenho conseguido algum tempo para mim, e exemplo disso é as secções de cinema à noite aqui em casa. Durante o ano 2014 foi algo impensável, por diversos motivos entre os quais sair tardíssimo do trabalho... Eles dizem muitas vezes, que tenho que deixar alguma coisa para segundo plano, que não sou uma super mulher, que é impossível conseguir fazer tudo... pois, realmente tenho conseguido ser um pouquinhos menos perfecionista, e assim ter um pouco mais de tempo para mim... mas mesmo assim, ainda acho que conseguia melhor, tenho que fazer alguns ajustes no horário ou qualquer coisa que ainda não descobri.

Também tenho tentado ser mais tolerante com os mais pais, ou seja, engolir sapos, não á nada fácil, nem sempre possível... mas vou tentado.

E Ele? ele deixou de dar sinais em meados de janeiro, no dia em que decidi ser sincera, por os pontos no "is"... No entanto, ele ainda está presente nos meus dias, seja pelas idas ao meu trabalho, seja pelos dias que não o vejo e não querendo, penso nele... seja, pela ansiedade de espreitar o FB e ver um quadradinho vermelho a dizer que à uma mensagem... mas à mais de um mês que não há mensagens, apenas resta a minha memoria que me lembrar que alguém, algum dia reparou em mim e disse o que nunca pensei em ouvir (ler)... já pensei em apagar toda aquela troca de mensagens durante estes 4 meses... mas não tenho coragem... nem que seja para confirmar que foi verdade... O mais irónico disto tudo, é que nunca ninguém falou disto frente a frente, e ainda mais irónico é eu não sentir nada por ele, alias sinto tudo menos paixão... a vida é tão irónica, troca-nos as voltas, rouba-nos as certezas e dá-nos muitas, muitas duvidas.

E agora??...  tenho 10 meses pela frente, 300 dias e centenas de horas... tudo é possível de acontecer ou nada.

2 comentários:

  1. Pensamento positivo pode ser este ano que aapreceça tudo aquilo que as vezes faz te falta :) beijinhos boa sorte linda

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada Mariah, obrigada pela força... nunca devemos perder a esperança :)

      Eliminar