sábado, 28 de fevereiro de 2015

Aquela voz interior

Desejas um repelente contra sentimentos, convences-te que assim é melhor, assim não sofres... Mantens-te convicta que estás bem, e estas! Mas também sabes que precisas de te sentir viva e sabes que nada te faz sentir mais viva que um coraçao a bater a mil... Sabes Maria? podes sempre correr, praticar atletismo, é bom para manter a linha e assim sentes o coração a mil, boa?? sim, eu sei que não é a mesma coisa, mas lembras-te do que aconteceu num passado recente?? sim? então foge num passo compassado, e tenta não ver coisas onde elas não existem, chega de imaginares cenários. Sim, eu sei que a tua imaginação é fértil, às vezes demais, sei que gostavas de pisar terras que nunca pisas-te... mas acredita Maria, nada acontece por acaso, existe um propósito para tudo... não quero dizer com isto que te sentes à sombra de bananeira, que não sonhes, já dizia a musica "o sonho comanda a vida", por isso sonha, mas tem cuidado, não quero que te magoas nem que sofras... Caminha, continua, vais bem, acredita, não tenhas medo. A tua vida é esta, não imagines o que poderia ter sido... apenas te digo, a vida é uma dadiva só de alguns, não a desperdices...
Ah, os olhos, aqueles que dizem ser o espelho da alma, pois talvez! Sei que tentas decifrar, é um dom que gostavas ter, no fundo sei que tiras as tuas conclusões, mas são apenas isso e nunca a verdade.. não te agarres a ilusões, ao que alguém te disse, sei que isso te dá força, mas não te esqueças que são apenas palavras ditas da boca para fora...
Bem, chega de "sermão"... eu estou aqui, juntas vamos conseguir, vamos agarrar a vida com jeitinho e amor. 

E porque eu devo ter nascido algures entre 1974 e 2014:
 

Sem comentários:

Enviar um comentário