quinta-feira, 13 de novembro de 2014

Resposta a um comentario e mais qualquer coisa

A Mariah S. comentou no post anterior o seguinte:

"Não te deves sentir miúda por isso, há muita gente da tua idade ou até mais velho que tem problemas ao lidar com situações parecidas ou idênticas... Acho estranho pensares tanto nesse assunto, é como isso andasse te assombrar"

É mesmo estranho, eu sei... tenho a plena noção disso... o que sinto é um exagero e por isso digo que mais pareço uma miúda de 15 anos... Estou a viver algo que devia ter vivido à 10 anos atrás, às vezes acho que agora é tarde demais.

Sabes, acho que tens razão, "é como isso andasse te assombrar"... admito que, em parte, é verdade, pelo exagero de pensamentos que tenho sobre este assunto... é uma assombração que tem tanto de bom como de mau... Há altura em que consigo encarar tudo isto de forma natural, mas a minha insegurança, o meu sistema nervoso, altera-se tanto na sua presença, que no fim, fico tao irritada comigo que não consigo reagir, e só penso nisto... só queria conseguir falar como falo com qualquer outra pessoa, sem o pensamento bloquear.

Quando liguei o PC vim com a intenção de escrever que nunca mais falaria deste assunto aqui, mas não posso prometer isto... aqui é o único sitio ondo conto o que sinto... por mais lamechas que pareça, por mais criança que seja, por mais patética que possa ser, por mais posts reptidos que existem... vou continuar a escrever, porque me alivia...

Sei que um dia vou-me rir disto tudo, sei que no fundo, bem lá no fundo tenho que passar por isto, a vida é isto, encarrar o que não queremos e seguir em frente... Tanto reclamei que a minha vida estava estagnada, que agora ando nesta montanha russo de emoções.

P.S.: Só queria colocar os fones, hibernar e voltar só lá para a primavera, quando isto tudo já tivesse passado... será pedir muito!?

Para já a mini-playlist poderia ser:


 
 
 

2 comentários:

  1. Não deves de deixar de escrever sobre isso se isso ajuda-te,a meu ver de certo modo o blog é um local onde expões o sentimentos como modo de libertares do que atormenta.~
    Quanto ao resto já sabes ao que acho, tens duas soluções ficar no mesmo, ou tentar procurar algo novo que ocupe o teu pensamento... Ah e não te ponhas para baixo mulher, só faz te mal, acredita em ti, tu consegues enfrentar tudo isso :)
    beijnhos ;-*

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. "procurar algo novo que ocupe o teu pensamento"... sim, tenho mesmo que fazer isso, tenho que ocupar o meu pensamento com outras coisas, mas não tá fácil...

      Eu sei que não posso por me tao para baixo... sei que me condeno por não conseguir ter uma atitude dita normal, sem ficar a tremer e tudo o resto... sei que isso só piora a situação... espero um dia conseguir mudar.

      Eliminar