terça-feira, 21 de outubro de 2014

Mais um post

Querido diário, cá estou eu, para mais um desabafo... Olha não o vejo desde 5º feiro... Sabes, tenho pensado nisto tudo, e vejo que uns dos meus "males" foi ver aquela mensagem como algo mais. Devia ter encarado, tudo isto de forma natural, na base da amizade. Mas, não fiz logo filmes, imaginei coisas... Sim, esse filme ainda cá anda... uma longa metragem com todos os meus sonhos e desejos expostos nesta tela gigante que é a minha imaginação...

Porque complico tudo? era tudo tao mais fácil se descomplica-se.

6 comentários:

  1. E se responderes agora à mensagem? Não custa tentar ne?

    ResponderEliminar
  2. Ora então se não sabes nada dele desde então, e parece que até gostarias de saber nada como desta vez tomares tu a iniciativa pelo FB... Lá mais para o final da semana qualquer coisa do tipo, "Então tudo bem? Não te tenho visto... ou se achares muito apenas boa noite, talvez seja hora de seres tu a dar sinais...

    ResponderEliminar
  3. Maria é natural que te sintas um bocado assim, mas a verdade é que temos sempre tendência a complicar as coisas, não te sintas só nisso...
    E força não desanimes :) já sabes o que tens de melhorar em ti é só tentar por em prática. BELIEVE IN YOURSELF ;)

    ResponderEliminar
  4. Olá meninas... vocês devem estar a pensar que sou uma tonta... algo tao simples, tao banal e eu teimo em complicar... não sei como têm paciência para mim :)

    Obrigada pelos vossos concelhos e sugestões... quando houver novidades venho aqui ao meu cantinho... Beijinhos!

    ResponderEliminar
  5. Olá olá,

    Andei a ler sobre esta história e, sabes uma coisa? Chegou a altura de deixar a timidez e vergonha numa caixa de sapatos. Sim, tens de arregaçar as mangas e fazer alguma coisa. Envia-lhe uma mensagem; pede-lhe desculpa, diz que tiveste muito trabalho ou o primeiro que te venha à memória.

    Eu também já fui assim. Mas, como dizia uma amiga, se continuar a deixar que a timidez e vergonha me ganhem, se achar que será sempre como em livros e filmes, jamais terei a minha oportunidade. Aprendi que, geralmente, a vida que sonhamos calha um bocadinho ao lado da realidade. Sei que não é fácil, já fui assim, mas toda a timidez é ultrapassada e tu, minha querida, algum dia tens de dar esse passado ;)

    Vá, para de te lamentar, arregaça as mangas e mãos à obra. Não pode ser só o destino a trabalhar, tu também tens de te mexer :D

    Força; estou a torcer por vocês :)

    Um beijinho,
    M*

    http://umardepensamentos.blogs.sapo.pt

    ResponderEliminar
  6. Olá M,

    Sabes, acho que nunca tinha pensado nisso, mas talvez tenhas razão, eu vejo tudo isto um pouco cor-de-rosa como nos filmes... Bem, eu sei que nada cai do céu...

    É bom saber que não sou só eu que sou assim... acredito que me percebas, e que compreendes quando digo que quando o vejo o coração quase sai pela boca e só não temos um AVC por sorte... sim é assim, que fico quando o vejo ou simplesmente quando oiço a voz dele, e ai qualquer tipo de discurso coerente torna-se difícil, muito difícil... nunca pensei. Depois surgem os medos, as duvidas e 1001 perguntas na minha cabeça para perceber o que sinto...

    Obrigada M, por me "dares na cabeça"... obrigada pelas tuas palavras.

    ResponderEliminar