quinta-feira, 9 de outubro de 2014

25

Foi ontem, dia 7 de outubro que completei 25 primaveras...

Um dia normal, passado com as pessoas que gosto, que estão todos os dias comigo, uns telefonemas que me fizeram lembrar que ontem foi o meu dia, o ditos "amigos" do facebook que me enviaram mensagens de felicitações, pois os Amigos esse acho que não existem, apesar de tudo é bom ler aquelas mensagens de pessoas conhecidas, de pessoas que em tempo fizeram parte da nossa vida mas que o destino afastou e que as redes sociais tentam não esquecer neste dia dito especial... Sim, especial... o nosso nascimento, claro, mas muito mais que um marco, o desejo de felicidades, a entrega de presentes e a comemoração, este dia é, para mim, o pensar, o refletir... as vezes acho que penso de mais, que me condeno por não aproveitar a vida, por me atormentar quando dizem que estou na flor da idade mas o meu (in)consciente acha que essa flor está murcha, falta-lhe agua, vitaminas, para crescer, crescer em todos os sentidos, aproveitar mais e melhor, ser desfolhada e desabrochar, sentir todas a cores do dia e também da noite, sentir o sangue a fervelhar, para  um dia rir-me disto tudo, por ser banal... Agora resta-me brindar a mim, sem julgamentos, saber apenas que posso, devo melhorar como pessoa... afinal de contas são 25 aninhos! Sim, não consigo terminar sem falar que a chegada desta idade, leva automaticamente a perguntarem-me, "Então e namorado para quando?" sei que cada vez mais a vou ouvir, com um tom de que o tempo está a passar mas ao mesmo tempo de consolo para não me preocupar... eu limito-me a sorrir, pois falar neste caso é um perigo... Ok, aqui, claro só aqui confesso que me faz falto, sinto falta do que nunca tive e por isso maior é a minha tristeza... se a vida acaba-se amanhã, morreria sem saber o que é amar incondicionalmente, um amor mutuo, reciproco... é quando penso nisto que me sinto "algo sem definição"... Bem não quero mais, não quero ter pena de mim própria, não posso ter... quero continuar a acreditar que os anos vão passando  e haverá algo de bom reservado para mim.

14 comentários:

  1. As vezes não é idade que importa mas encontrar a pessoa certa. Existem casamentos com 25 anos que terminam. Isto sou eu, mais vale esperar mas que seja a 100%.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Concordo contigo... mas o tempo vai passando, a vida não pára e esperar é um preço demasiado caro que estamos a pagar...

      Eliminar
    2. Mas podemos depois pagar um preço maior. Mas numa perspectiva tens razão o tempo não pára.

      Eliminar
    3. A espera é dolorosa... quantas vezes já questionas-te o motivo, a razão de estares só? quantos vezes já te culpas-te? eu muitas, quando vemos a facilidade dos outros em terem relacionamentos, ok, nem sempre felizes, mas tentaram, foram felizes enquanto durou...

      Mas, claro resta-me esperar (ou não, mas também não sei como mudar), só tenho medo que um dia seja tarde.

      Eliminar
    4. Nunca é tarde.
      Eu já questionei mts vezes isso, e ainda questiono esta solidão. Existem dias que são mais pensativos que outros e acabo por adormecer com um sentimento que amanha é um novo dia. Nesse dia pode aparecer alguém que faça mudar os meus dias.

      Eliminar
    5. Sim, acho que essa é a melhor forma de vivermos, é acreditar que amanha é um novo dia, e que tudo pode acontecer... ah, e não pensar demais, infelizmente é um mal meu...

      "Alguém que faça mudar os meus dias"... exatamente!

      Eliminar
  2. Antes de mais muitos parabéns! :) que os 25 tragam coisas boas.
    Quanto ao restante é ir vivendo um dia de cada vez fazendo o melhor que se sabe é pode. Não fiques a pensar no que a vida poderá ser se isto acontecer ou aquilo...queremos sempre mais do que temos, seja amor, amigos, trabalho ou bens materiais, e muitas vezes não vivemos ao máximo com o que temos. A vida vai ser boa para ti :)
    Beijinhos**

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada Inês :)

      Infelizmente nem sempre é fácil não ter esse tipo de pensamentos...

      "muitas vezes não vivemos ao máximo com o que temos"... acho que essa é a maior consequência disso... esquecemos de viver o hoje e o agora.

      Espero que sim... A vida também irá ser boa para ti, beijinhos :)

      Eliminar
  3. Parabéns atrasados :)
    O mais engraçado é que também fiz os mesmos anos no dia 7 de Outubro xD

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oh que curioso, ainda dizem que não há coincidências.

      Muitos Parabéns Su :)

      Eliminar
  4. Muitos, muitos Parabéns!!! :)

    Desculpa o atraso. Espero que a vida te sorria daqui por diante ;)

    Um grande beijinho,
    M*

    http://umardepensamentos.blogs.sapo.pt

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito Obrigada, M... Um Beijinho para ti também!

      Eliminar