sexta-feira, 16 de maio de 2014

15 de Maio de 2010


 
Sentia um orgulho enorme, que não cabia em mim... o meu sorriso era tao verdadeiro que fazia nascer uma lagrima fininha no canto do olho cheia de alegria, felicidade, também cansaço e desgasto mas de coração cheio... Com a minha capa completa de símbolos, caminhei até à "arena" onde nos esperavam... a entrada foi esplendorosa, já mais esquecerei, lado a lado com a miúda mais incrível que conheci, entramos com um orgulho enorme, os aplausos faziam notar a imensidão de familiares que estavam naquelas bancadas, os nossos olhares percorriam aquelas "gentes" à procura das nossas famílias, mas rapidamente decidimos desfrutar daquele momento, com toda a força as nossas fitas esvoaçaram no ar, com tanta força como a felicidade que reinava dentro de nós... No final de contas, era a recompensa do esforça e sinal que tínhamos conseguido... Eu sabia disso... tinha sido uma batalha dura... 3 anos cheios de perdas, de derrotas, um inicio muito difícil, numa cidade desconhecida, com obstáculos temerosos, que muitas e muitas vezes encheram-me o pensamentos de "nunca vou conseguir"... por tudo isto e muito mais, este dia foi um fechar de um ciclo, do qual me orgulho do que foi e do que fiz e cada sacrifício que passei, fez-me saborear esta vitória com o maior dos orgulhos... Porque no final de contas, foi dos melhores anos da minha vida, onde conheci as melhores pessoas da minha vida... apesar de hoje não estarem comigo, no passado fizeram parte da mim e nesse ciclo foi feliz...

Hoje, passados 4 anos estou aqui, num lugar que jamais pensei estar, apesar de tudo estou bem... a vida muda sem aviso, sem sinais, sem dizer licença... a vida surpreendeu-me com o mais certo que tinha, mas que eu nunca tinha visto... a vida brindou-me com o que tive sempre à mão... é um brinde ainda bebé, prematuro, demasiado perigoso para fazer uma sinopse...

Em 15 de Maio de 2018, quem serei, onde estarei, quem estará comigo? o que parece certo, o que parece um dado adquirido, nunca é...

4 comentários:

  1. Temos que ir vivendo e saber tirar o melhor do que nos vai acontecendo. Como dizes, nada é um dado adquirido...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É isso Inês.... A vida dá muitas voltas... não vale apena pensar muito no amanhã... à que aproveitar o melhor que o presente nos reservou :)

      Eliminar
  2. E é viver um dia de cada vez...na esperança que o único caminho seja em frente =). Muda tudo...mas o bom permanece

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É verdade... eu tenho tendência de olhar para traz, demasiadas vezes... mas o caminho é sempre em frente, temos que olhar para o "horizonte" :)

      Eliminar