quinta-feira, 3 de abril de 2014

Olfato



O olfato é dos sentidos que mais me traz recordações... o cheiro das coisas, de cada casa, de lugares, do refugado, da comida no forna da mãe, da roupa, do traje, dos livros... o cheiro do Natal, o cheiro dos dias quentes de verão, da castanha assada que fumaça pelas ruas, o cheiro das broas com canela e erva doce, o cheiro do chocolate, do café... o cheiro da terra, da cidade, do campo...o cheiro das pessoas, os cheiros das fases da minha vida, o meu cheiro...

O meu cheiro, o meu perfume confunde-se com os cheiros das fases da minha vida... em cada ciclo mudei sempre de perfume, umas vezes consciente outras nem por isso... os meus perfumes foram sempre prendas, nunca comprei e nunca terminei nenhum até ao fim... Muita vezes, quando a saudade aperta ou uma nostalgia nasce ou porque sim, fecho os olhos e inspiro cada fragância, cada essência daqueles frasquinhos leva-me ao passado, desenterra memórias... por breves momentos estou lá, no passado...

O perfume Halloween é a fragância do meu presente... é a essência que cheira à viragem da minha vida... o meu trabalho. Um dia vai ser passado, vai fazer parte da historia dos cheiros da minha vida... até lá é presente do indicativo.

4 comentários:

  1. Achei engraçada a forma como cada perfume, represente fases da tua vida. Desde que agora estejas numa boa fase e bem, é o importante :)
    r: Olha, é a ti e a mim, Detesto coisas assim..

    ResponderEliminar
  2. Também associo fases e momentos a cheiros :)

    ResponderEliminar