quarta-feira, 16 de abril de 2014

Mente perigosa



 
Trabalhar até tarde tem destas coisas... o cansaço é notório, o corpo deixa-se de sentir, a cabeça está longe e a mente leva-me para outra dimensão... olho para o relógio, e mais uma vez é tardíssimo, o melhor é mesmo deixar o resto para amanhã... que a partir dai nada rende, a não ser a minha mente.

2 comentários: