sábado, 29 de março de 2014

Insegurança



Odeio as minhas inseguranças...odeio quando a voz me falha ao entrar alguém que me intimida (por motivo nenhum)... odeio quando me comparo com alguém que aos meus olhos é lindo, tem segurança tem atitude, tem uma confiança incrível.. odeio quando sinto "inveja branca" de alguém que troca sorrisos, olhares apaixonadas, entrelaça dedos e troca salivas...

Odeio quando queria estar no lugar dessas pessoas... odeio por me sentir tão pequenina, por me sentir tão fraca, tão longe do que desejo, tao perto da minha sombra e tão longe do mundo...

Odeio por voltar sempre ao mesmo pensamento, ao mesmo sentimento de diferença, de distanciamento, de me colocar no tamanho de uma formiga...

Odeio por não conseguir colocar-me de igual para igual, sem criar macaquinhos na cabeça, sem criar histórias, expectativas, ilusões...

Já chega Maria, tens 24 anos miúda... chega destas inseguranças, medos, incertezas... Bora viver a vida, sim... e para a próxima não hesites... boa, Maria?

8 comentários:

  1. É normal ambicionar-mos sempre algo mais, gostavamos de ser mais felizes, mais bonitos etc. Não deves sentir-te mal por isso, tens é que te sentir bem com o que tens, com o que és.

    São essas inseguranças e medos que condicionam o teu comportamento e te tornam uma pessoa especial, diferente, não devemos é deixar que nos pisem por sermos inseguros, isso nunca.

    Se todos fossemos iguais não tinha piada nenhuma.

    ResponderEliminar
  2. Nós não somos todos iguais, cada um tem a sua beleza. Os primeiros a valorizar a nossa temos de ser nós.
    Percebo bem o que dizes, e acredito que o tempo vai ajudar-te a compreender que a verdadeira beleza das pessoas não é aquela tem um brilho intenso, mas sim aquela que acende uma luz no coração dos outros.

    Força, abraço.

    ResponderEliminar
  3. Obrigado!
    Não posso retribuir porque o blogger não deixa, mas assim que o problema Google Friend Connect, esteja solucionado cá estarei para te seguir. Entretanto levarei o teu link!
    Adorei o teu blogue.
    Beijinhos e bom fim-de-semana!

    ResponderEliminar
  4. Não é fácil viver a vida fora dos padrões criados pela sociedade, mas nós somos indivíduos e o mais importante somos nós. :\

    ResponderEliminar
  5. Todos sofremos de alguma insegurança, há que saber viver com isso!
    Beijinho

    ResponderEliminar
  6. Chegar a casa, abrir o PC e ver estas mensagens de carinho e força de pessoas que não me conhecem de lado nenhum, que perderam um pouco do seu tempo ao deixarem as vossas palavras é muito bom... muito obrigada :)

    ResponderEliminar
  7. Vais acabar por encontrar pessoas com que te vais dar apesar de todas as inseguranças.. E até vais perceber que as outras pessoas, aquelas que invejavas, também têm as suas inseguranças.. Mas não deixam que elas sejam um entrave para viverem. :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Acredito que sim, que essas pessoas também possam ter as suas inseguranças, apesar de não parecer nada... eu tento disfarçar mas não sei se consigo...

      Infelizmente, por vezes é um entrave... tento que isso não seja um constrangimento para mim... há dias em que consigo outro nem por isso... enfim.

      Eliminar