domingo, 9 de fevereiro de 2014

Será que me acomodei?!



E é quando me dizem "Vai para fora, sai deste pais" que fico a pensar: será que me acomodei, será que não lutei, será que não sou suficientemente corajosa?

Lembre-me de ser pequena e de conhecer algumas pessoas que emigraram.... e o que pensava na altura e ainda penso, é que nenhum dinheiro paga a ausência das pessoas que amamos, a distância...

Mas tenho medo desta ideia ser uma desculpa para mim própria, para fugir dessa hipótese... tenho medo de um dia descobrir que podia ser diferente, que poderia estar melhor...

Gosto do que faço, mais do que alguém dia pensei gostar... mas há dias em que questiono-me: será que quero isto para a minha vida? será que me acomodei?

4 comentários:

  1. O dinheiro não é tudo e se te sentes bem, para quê querer mais? Ambição de mais deixa de ser ambição e passa a ser ganância.
    E é preciso muita coragem para viver em Portugal, acredita. Emigrar ou ficar, é um dilema como o de saber se o suicídio é um ato de cobardia ou de coragem.
    Apesar de tudo, há coisas que nem todo o dinheiro do mundo pode pagar. Os pobres também podem ser felizes. :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Uma comparação um pouco forte... mas verdadeira...

      Este comentário confirma o que penso: independentemente das nossas escolhas... perdemos umas coisas e ganhamos outras... a escolha é sempre nossa...

      Para mim, o dinheiro não é tudo... mas infelizmente vivemos numa sociedade consumista e sobre pressão, onde o dinheiro é o elemento essencial...

      Eliminar
  2. Não penso que seja uma questão de acomodar ou não. Se te sentes bem para quê mudar? Podias ir para fora e até ganhar mais dinheiro, trabalhar na área para a que estudaste, mas valeria a pena estar longe da família?

    Mas atenção que eu iria para fora se aparecesse uma boa proposta para trabalhar na área. Não porque me queira afastar da minha família mas porque quero utilizar as ferramentas que ela me proporcionou. Não ia/irei de ânimo leve, claro que custa...contudo ia nem que fosse só para experimentar.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, sinto-me bem e gosto do que faço... não tenho qualquer proposta de trabalho, apenas pessoas próximas que recentemente emigraram... e por isso tenha sentido alguma pressão por parte de algumas pessoas... fazendo com que me sinta um pouco cobarde... tenho medo de um dia olhar para traz e não ter arriscado, como tu disse-te não ter "experimentando"

      Eliminar