segunda-feira, 17 de fevereiro de 2014

Questão pertinente



"O meu problema foi, é e será um: afasto-me de possíveis novas amizades... e com isso, levo com as consequências em cima"

Este foi o comentário que fiz num post (memórias do secundário) no blog da Leonor, a qual me questionou:

"E consegues perceber porque fazes isso? Isto é, já tiveste alguma desilusão com um amigo ou assim?"

Não, nunca tive desilusão com um amigo (sorte, talvez)... mas para considerar alguém de amigo é preciso muito, até então, é um colega, conhecido...

Quanto ao perceber a razão porque me afasto de possíveis amizades, não faço a minimia ideia...

Desde que me lembro que sou gente, sempre foi assim, muito reservada, no meu canto, nunca procurei fazer novas amizades, sentia-me bem (q.b.) ... limitava-me a observar os outros, via rapazes e raparigas em grupo muito animados, na galhofa, a combinarem saídas, a aproveitarem a sua mocidade, a gozarem a vida, por vezes também excediam os limites, mas quem não os excede? uns para mais outros para menos... Se gostava ter aproveitado mais adolescência? sim, gostava.

Sim, eu tinha o meu grupo de amigos (que guardo no coração :))... mas era diferente... não sei explicar...

E assim foi até ao fim do secundário...

Quando foi para a faculdade... foi uma oportunidade... era eu e eu... ninguém sabia quem eu era, o meu passado.. tive a oportunidade de me dar a conhecer, do zero, sem historial, sem limitações... e sim, consegui...o sorriso foi a minha "arma", aos pouco, com passinhos de lã, sorrateiramente, foi-me afirmando, mostrando o meu "Eu"...

Atualmente... os meus amigos contam-se pelos dedos... tenho alguns (bastantes) conhecido... mas amigos, esses são cada vez mais difícil de encontrar... 

Talvez culpa minha, não sei... Talvez o medo (não sei bem do quê), não sei... Talvez a minha falta de segurança, não sei... Talvez, não sei o motivo... mas sei que (in)conscientemente acabo por me afastar ...

4 comentários:

  1. De certa forma acho que te percebo, porque passei por algo semelhante. Tinha um grupo de amigas que se separou com a faculdade... eu acho que não me aproximo de possivéis amizades porque tenho 'medo' de me magoar ou porque tenho muita dificuldade em confiar nas pessoas. Nos tempos que correm só temos 'amigas' para isto ou para aquilo...
    beijinho

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Concordo, e é tão difícil conseguir a confiança de alguém.

      Eliminar
  2. Eu não sou uma amiga 'normal' porque não conto tudo da minha vida às minhas amigas. Mas porque acho que não tenho necessidade (e talvez porque temo que elas não me entendam) apesar de saber que posso confiar nelas. Tenho um grupo de amigos da minha terra e tenho três amigas na faculdade. Claro que cá, dentro do grupo, há uns mais 'amigos'.. Não confio em todos de igual forma para contar algumas coisas. Se calhar o teu medo é que as pessoas não te entendam, ou seja, 'critiquem' a forma como pensas.. Não sei.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sou como tu... durante a minha vida tive três grandes amigas mas nunca contei tudo, ha coisas que guardo so para mim...

      Sim, de certa forma acho que é isso... tenho medo de nao ser aceite

      Eliminar