sábado, 8 de fevereiro de 2014

Memórias


Até que ponto é bom recordar?

Até que ponto é bom olhar para traz?

Até que ponto é bom mexer no passado?

Até que pontos é bom tirar a poeira de cima?

Até que ponto é bom unir os caminhos que a vida separou?

Hoje uma pessoa tirou uma foto do baú das memórias da infância ... foi bom olhar, ver as diferenças, as semelhanças, observar com atenção... durante anos fomos uma espécie de família...

A vida separou-nos, traçou caminhos diferentes para todos... estamos próximos fisicamente mas longe muito longe...

4 comentários:

  1. Penso ser bom recordar, mas não mexer no passado. O que lá está está, de que valerá mexer em coisas que já aconteceram e não podemos mudar? Mas isto sou eu...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim... já dizia o poeta "recordar é viver"...

      De facto, o que aconteceu ficou lá atrás... mas na minha cabeça ainda há tantos "e se...." uma estupidez, eu sei...

      Eliminar
    2. Percebo-te perfeitamente. Já tive muitos "e se..." só que essas dúvidas, esses "ses" não passam disso mesmo. Não consegues voltar atrás para saber o que poderia ter acontecido se tivesses ido pela esquerda em vez da direita... O que está no passado está feito, resta-nos aprender com os erros e tentarmos sermos felizes.

      Eliminar
    3. São duvidas que vou levar para a vida...

      Verdade.. resta-me não cair nos mesmos erros...

      Eliminar