sexta-feira, 28 de fevereiro de 2014

Querido diário...



Querido diário, acho que descobriram a chave do teu cadeado... portanto, decidi mudar te o nome... quero que sejas o meu segredo e que só tu saibas o que esta alma pensa, faz ou diz....

Talvez um dia esta Maria volte a dar-te o nome...
livro onde, todos os dias, são registadas observações e experiências pessoais

diario In Infopédia [Em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2014. [Consult. 2014-02-28].
Disponível na www: <URL: http://www.infopedia.pt/pesquisa-global/diario>.
livro onde, todos os dias, são registadas observações e experiências pessoais

diario In Infopédia [Em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2014. [Consult. 2014-02-28].
Disponível na www: <URL: http://www.infopedia.pt/pesquisa-global/diario>.
livro onde, todos os dias, são registadas observações e experiências pessoais

diario In Infopédia [Em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2014. [Consult. 2014-02-28].
Disponível na www: <URL: http://www.infopedia.pt/pesquisa-global/diario>.
livro onde, todos os dias, são registadas observações e experiências pessoais

diario In Infopédia [Em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2014. [Consult. 2014-02-28].
Disponível na www: <URL: http://www.infopedia.pt/pesquisa-global/diario>.

quinta-feira, 27 de fevereiro de 2014

Falta


 
Uma vez num jantar de curso, coloquei a mera hipótese de mudar de faculdade... e lembro-me da minha colega (amiga do coração) dizer em tom de pânico "por favor não me abandones, não faças isso"...

Hoje lembrei-me disso... e apercebi-me que atualmente não faço falta a ninguém (os pais não contam)... hoje ninguém me diria tais palavras... palavras de quem gosta, de quem apoia e recebe apoio, de quem protege e é protegido, de quem incondicionalmente está lá, de quem percebe sem julgamentos, de quem "ama" com amor puro e genuíno...

Sinto falta...

quarta-feira, 26 de fevereiro de 2014

Vazio



Sinto um vazio, um aperto no coração, uma ansiedade aparentemente sem motivo, sinto uma falta... falta de nem sem bem do quê, algo que me faça levantar todos os dias e dizer que vale a pena.

Tenho medo de um dia olhar para traz e ver que muito ficou por fazer....

sexta-feira, 21 de fevereiro de 2014

Frases com sentido #9

 "Cada tacho tem a sua tampa"
 
Made in: Algures num comentário no Shiuuu
 


Estranho




Esta noite sonhei com alguém que foi muito "especial"... já passaram muitos anos, até poderia dizer que tinha sido noutra vida...

Fomos juntos para a escola, era o dia crucial, o grande dia tinha chegado... depois de queimar muitas pestanas, chegou, mas tu eras "especial" em tudo, o temido exame de matemática era "canja" para ti... fomos para salas distintas e a partir dai, nunca mais... nunca mais te vi, quis o destino que o meu telemóvel pifasse... e perdi-te o rasto...

Mas ao longo destes anos, tens invadido os meu sonhos... e esta noite entras-te... é sempre tão real, os pormenores estão lá, o teu jeito de ser, o tom da voz, a tua maneira de caminhar, a expressão facial... tudo é incrível como o meu inconsciente vais buscar cada pormenor... não me lembro exatamente do sonho mas ao acordar foi como se estivesse estado contigo... é estranho.

Mas isto é normal...



Ahhhh que raiva... odeio sentir isto... só por saber que estavas ali, o meu coração desparrou, tremi por todos os cantos, falar corretamente foi missão impossível... tive que me controlar ao máximo... como é possível, é que nem olhei para ti... mas só de sentir a tua presença.... raiva, odio... mas isto é normal?! se é dispenso... Mas porquê, porque provocas-me isto...

quinta-feira, 20 de fevereiro de 2014

Frases com sentido #8

"É estranho sentir saudade de algo que mal vivi ou evitava viver"
 
Made in: Bob Marley
 


Constatação



A maioria das pessoas não gostam de ouvir os outros... preferem falar, atropelam-se umas as outras para se fazerem ouvir... eu que até prefiro ouvir, mas claro também gosto de gastar o meu latim, já desisti... quando me apercebo disso, calo-me e oiço...

terça-feira, 18 de fevereiro de 2014

K.O.

Hoje um pé teve que pedir licença ao outro para andar... uma moleza, um cansaço, dores de pernas que não passam.... é nestes dias que gostava de estar 8 horas em frente a um computador...

22:00h caminha, é tão raro.... zzzzz

Questão pertinente... continuação



E o mais provável é que o sentimento de inferioridade, o gozo, as alcunhas, o desprezo, serem o motivo do meu afastamento (in)consciente... porque o miúdos conseguem ser muito cruéis... já passaram muitos anos, muitas primaveras, os ponteiros dos relógios já giraram biliões de vezes, mas as marcas ficaram, como um ferro em brasa...

segunda-feira, 17 de fevereiro de 2014

Questão pertinente



"O meu problema foi, é e será um: afasto-me de possíveis novas amizades... e com isso, levo com as consequências em cima"

Este foi o comentário que fiz num post (memórias do secundário) no blog da Leonor, a qual me questionou:

"E consegues perceber porque fazes isso? Isto é, já tiveste alguma desilusão com um amigo ou assim?"

Não, nunca tive desilusão com um amigo (sorte, talvez)... mas para considerar alguém de amigo é preciso muito, até então, é um colega, conhecido...

Quanto ao perceber a razão porque me afasto de possíveis amizades, não faço a minimia ideia...

Desde que me lembro que sou gente, sempre foi assim, muito reservada, no meu canto, nunca procurei fazer novas amizades, sentia-me bem (q.b.) ... limitava-me a observar os outros, via rapazes e raparigas em grupo muito animados, na galhofa, a combinarem saídas, a aproveitarem a sua mocidade, a gozarem a vida, por vezes também excediam os limites, mas quem não os excede? uns para mais outros para menos... Se gostava ter aproveitado mais adolescência? sim, gostava.

Sim, eu tinha o meu grupo de amigos (que guardo no coração :))... mas era diferente... não sei explicar...

E assim foi até ao fim do secundário...

Quando foi para a faculdade... foi uma oportunidade... era eu e eu... ninguém sabia quem eu era, o meu passado.. tive a oportunidade de me dar a conhecer, do zero, sem historial, sem limitações... e sim, consegui...o sorriso foi a minha "arma", aos pouco, com passinhos de lã, sorrateiramente, foi-me afirmando, mostrando o meu "Eu"...

Atualmente... os meus amigos contam-se pelos dedos... tenho alguns (bastantes) conhecido... mas amigos, esses são cada vez mais difícil de encontrar... 

Talvez culpa minha, não sei... Talvez o medo (não sei bem do quê), não sei... Talvez a minha falta de segurança, não sei... Talvez, não sei o motivo... mas sei que (in)conscientemente acabo por me afastar ...

domingo, 16 de fevereiro de 2014

A descongelar



Neste momento estou a descongelar... banho de água a ferver, toalhas a escaldar, pijama quentinho e sala à temperatura de Copacabana...

Se amanhã não tiver com uma pneumonia é uma sorte (o diabo seja cego surdo e mudo).

Frases com sentido #7

"O silêncio é de ouro e a palavra é de prata"
 
Made in: Provérbio chinês
 
 

Juro...

Juro que (mas não prometo) :

não vou pensar mais em ti

não vou criar espectativas

não vou sonhar acordada

não vais ser o meu hobby

não vais ser o meu sol

não vais invadir os meus pensamentos

não vais provocar-me cara de parva quando penso em ti

não vais existir para mim...

Porque:

o saber magoa

a desilusão machuca

a expectativa dói

a incerteza corrói

o sonho engana

a imaginação ilude

a verdade é um mistério...

Porque no final:

nem tudo o que parece é

o óbvio não é logico

o acreditar não chega

o amanha é uma incerteza...

Porque a única certeza é que nada sei... não sei traduzir o que sinto, não sei o que significas, não percebo este aperto no coração, não sei nada de nada...

E porque há imagens que falam por si:

 
 
Será? Fica a dúvida, fica a pergunta, fica a incerteza da certeza que será!
 

sábado, 15 de fevereiro de 2014

Insolitos #2



Nunca foi boa a fixar nomes e rostos... Mas eu até já conhecia os clientes à um tempinho... pois bem, tive cerca de 10 minutos a atendar um "casal"... que para mim era o mesmo casal que vai lá pelos menos uma vez por semana, é como tal tratei-os por "vocês" isto "vocês" aquilo... quando no final desejo um bom fim-de-semana e o senhor vai embora e ela ficou para ser atendida... ia-me dando uma coisa má...

Inconclusão



O dia de hoje foi um misto de emoções... uma esperança inesgotável no amor e no segundo seguinte perdia... a lágrima que caiu quando ouvi aquela música e o sorriso inconsciente quando me lembrei de ti... a alegria com que falei do dia do amor aos outros e a tristeza na alma por mais um ano só... a minha boca disse "não" e o meu coração disse "sim"... a magoa que senti por não ter arriscado e o crer que tu voltes a tentar... olhar vezes sem conta para as mensagens e a desilusão do vazio... acreditar que o amanha é um novo dia e a confirmação que no final de contas os dias são todos iguais...

sexta-feira, 14 de fevereiro de 2014

Frases com sentido #6


"O tempo não transforma o homem. O poder da vontade não transforma o homem. O amor transforma"
 
Made in: Henry Drummond
 


Isto explica muita coisa....


Pesquisadores localizaram áreas do cérebro ativadas pelo amor romântico, usando para isso estudantes que diziam estar perdidamente apaixonados. Em primeiro lugar, concluíram que a zona afetada pelo sentimento é muito menor que imaginavam, e são as mesmas que são ativadas por estímulos de euforia, como no uso da cocaína, por exemplo.

Isto explica muita coisa....

P.S.: A esta hora anda tudo entretido na escolha dos presentes para as suas caras metades, a escolher o melhor local para celebrar o dito dia... o P.S. é de "para sempre" só...

quinta-feira, 13 de fevereiro de 2014

Genética ou meio envolvente?



No telejornal de hoje vi a seguinte notícia: "Gêmeas adotadas por pais de diferentes países descobrem a existência uma da outra após vídeo no YouTube"

Achei curiosa a historia... a probabilidade do encontro das gémeas era mínima, pois uma vive em Londres e outra nos EUA... mas encontraram-se por mero acaso (ou não!)...

Mas esta noticia remete-me para uma questão: O que somos, a nossa personalidade, os nossos gostos, as nossas preferências, os nossos comportamentos devem-se à nossa genética ou ao meio envolvente?

Acho interessente este caso... poderia ser um ótimo meio de estudo...

Tu...




Hoje o meu coração "tremeu" mais uma vez... quando olhei para a frente, lá estavas tu, ao longe... sabes que dia é amanhã? pois é...

Frases com sentido #5

"Onde não poderes amar... não te demores"
 
Made in: Eli Rodrigues
 


quarta-feira, 12 de fevereiro de 2014

Pais...



Nunca foi de namoricos... desde pequena que digo que não quero casar... digo sempre que estou bem sozinha, que não preciso de ninguém...

MENTIRA...

Quando desejamos felicidades a alguém, está incluído Paz, Saúde e Amor... Amor, portante eu como qualquer pessoa sinto necessidade de Amor em todas as suas vertentes...

Dizem que os Pais, em especial as Mães, sabem sempre o que os filhos sentem/têm... mas os meus, não...

Tanto os meus Pais como aqueles que me rodeiam... nunca souberam nada do meu coração... ao fim de 24 anos de existência, ainda pensam que eu estou só por opção... Claro que não é por opção, simplesmente ainda não aconteceu... 

Zzzzzz....



Muita cansada... mas muito pouco sono... O meu sono deve ter emigrado por causa da crise!

terça-feira, 11 de fevereiro de 2014

Dia caótico



Dia de trabalho caótico... quando uma coisa corre mal... a partir dai é uma desgraça... dia para esquecer.

Descanso por favor....

segunda-feira, 10 de fevereiro de 2014

Não percebo...



Antes de mais:

1º - Eu sou um zero à esquerda no que diz respeito à conversa do engate

2º - Apesar de ter facebook, nunca achei muita piada a "coisa"

Portanto... eu que não percebo nada da "coisa"... fico a questionar-me sobre a razão de 2 fulanos que vejo todos os dias, digamos que são meus conhecidos (não amigos), enviarem-me umas mensagens do tipo "olá! boa noite! tudo bem?..." é que não percebo!?! se quisessem falar comigo, tinham oportunidade quando nós vemos pessoalmente, não!?! qual é a intenção!?

Mais próxima...



Quando estou com alguém da tua família sinto-me mais próxima de ti...

Gosto quando falam de ti... discretamente tento saber mais de ti...

E porque amo o Verão...

... e porque sou uma amante do Verão... e sinto muitas saudades daquele calor, de andar de chinelo no dedo, das noite quentes, das t-shirts, da areia no pés, dos fins-de-semana à beira mar, das esplanadas e de tudo o que verão representa... hoje deu-me para ir buscar este spot que me lembra o meu querido Verão ;)

O teu abraço... nada mais!



Hoje tive sair de casa por motivos profissionais, caso contrário nem tinha posto o pé na rua...

Enquanto caminhava sobre a calçada.... o vento forte batia no rosto e a chuva dançava a um ritmo descompassado... enquanto caminhava, tendo como companhia a minha própria sombra... só me apetecia ter te ali... só queria que me abraçasses e me protegesses daquela tempestade... sentir o teu calor e caminhar agarradinhos... nada mais.

domingo, 9 de fevereiro de 2014

Frases com sentido #4

"Não chumbem a vida por faltas"
 
Made in: Correio da Manha "Domingo"
 
 


Celebra-se o Amor



Avizinha-se o dia em que celebramos o Amor... celebramos é como quem diz... o Amor de homem para mulher e vice-versa, eu não celebro... aliás nunca celebrei... talvez por isso custa-me ser bombardeada com  montras cheias de coisas lindas onde o LOVE esta inscrita em todas elas... desde relógios, a peluches, a caixas bem elaboradas com bombons, a joalharia (adoro aquelas contas novas da Pandora), enfim...

Não sou uma pessoa de datas... não acho necessário haver uma dia estipulado para dar, para dizer o quanto gostamos de alguém ou para desejar felicidades... mas no dia 14 sinto algo estranho, talvez por todos aderem envolvidas nesse ambiente romântico... de algum modo, sinto uma nostalgia...

Tudo na vida tem 2 lados... eu devo ter ficado com o lado que a imagem tem... os picos...

Não sei porquê mas esta música tem algo de especial...

Escapadela até à capital


 
Esta semana dei uma escapela até a capital... mas não tive hipótese de ir ao Chiado...adora aquela rua dos "Armazéns do Chiado"... sinto-me uma turista dentro do meu país... a baixa lisboeta tem algo mágico, para mim...

Mas consegui ir lanchar à "Portela Cafés" no Vasco da Gama... gosto do ambiente, do atendimento e é o café é delicioso... sendo uma das especialidades deles o chocolate, estava cheia de caixinhas lindas para o dia que se avizinha (falarei mais no post seguinte).

Ah, e para terminar um bife à Portugália com aquele molho delicioso... dias assim sabem tão bem... fugir da rotina do dia-a-dia...

Será que me acomodei?!



E é quando me dizem "Vai para fora, sai deste pais" que fico a pensar: será que me acomodei, será que não lutei, será que não sou suficientemente corajosa?

Lembre-me de ser pequena e de conhecer algumas pessoas que emigraram.... e o que pensava na altura e ainda penso, é que nenhum dinheiro paga a ausência das pessoas que amamos, a distância...

Mas tenho medo desta ideia ser uma desculpa para mim própria, para fugir dessa hipótese... tenho medo de um dia descobrir que podia ser diferente, que poderia estar melhor...

Gosto do que faço, mais do que alguém dia pensei gostar... mas há dias em que questiono-me: será que quero isto para a minha vida? será que me acomodei?

Sentimentos....




No blog "Lying in order to Survive" li um post em que não podia estar mais de acordo:

"Eu tenho pavor em ter algum relacionamento sério com rapazes. Não sou uma pega que anda por aí a se enrolar com qualquer um por uma noite... Apenas acho que não tenho jeito nenhum - e não tenho, a sério! Sou um desastre..."

É exatamente o que sinto... no entanto, sinto necessidade, sinto falta de alguém que não seja um amigo ou familiar... alguém especial... alguém que não consigo definir por não saber o que é... mas sinto falta, muita...

Irónico, no mínimo... sentir falta do que nunca tive e não ter jeito para o que desejo (tu!)



sábado, 8 de fevereiro de 2014

Memórias


Até que ponto é bom recordar?

Até que ponto é bom olhar para traz?

Até que ponto é bom mexer no passado?

Até que pontos é bom tirar a poeira de cima?

Até que ponto é bom unir os caminhos que a vida separou?

Hoje uma pessoa tirou uma foto do baú das memórias da infância ... foi bom olhar, ver as diferenças, as semelhanças, observar com atenção... durante anos fomos uma espécie de família...

A vida separou-nos, traçou caminhos diferentes para todos... estamos próximos fisicamente mas longe muito longe...

Isto há coisas



Isto há coisas....pedi para ver aquelas pessoas só daqui a 1000 anos... de facto raramente as vejo... mas não é que ainda não passou uma semana e pimbas, dei de caras com elas... mas vá lá nem correu mal... falar o estritamente necessário, acho que foi o segredo...

P.S.: Acho que cheguei a conclusão que quando falo muito rápido e nunca mais me calo, está relacionado com meu sistema nervoso... malvado seja.

terça-feira, 4 de fevereiro de 2014

Aconchego



Hoje foi um dia chato... começando com a chuva, uma moleza, um pico de dor de cabeça... e com uma vontadinha de estar em casa...

Apetecia-me um bolo de iogurte e estar no quentinho da minha manta... Pois, cá estou eu a saborear uma bela fatia do meu bolo...

Só queria que amanha fosse fim-de-semana.... mas ainda é 3º feira :(

segunda-feira, 3 de fevereiro de 2014

Amizades



Briguei com a minha melhor amiga! - Você - CAPRICHO

Reencontrei uma amiga de infância... já não nos víamos há uns aninhos...

Os cinco minutos iniciais foi aquela coisa.... uma sensação estranha... mas depois... era ela, continua a mesma...

Aquela horinha que tivemos juntas foi como o tempo não tivesse passado... a confiança, a cumplicidade, a amizade genuína... é raro, é tao difícil encontrar alguém assim....

Insólitos #1


 

Pedi a um cliente para esperar um pouquinho que estava a acabar de atender uma cliente...

Passado 2 ou 3 minutos vejo o cliente a ir embora...

Nisto digo: espere estou a.... na qual o senhor diz: pós lá o produto não quero saber (com ar de quem foi mal tratado)

Fiquei... nunca tal me tinha acontecido...

Frases com sentido #3

"A felicidade só é verdadeira quando compartilhada"
 
Made in: Num comentário algures no Shiuuuu
 

domingo, 2 de fevereiro de 2014

Parvoíces



Prometo que vou apagar da minha cabeça aquele episódio de ontem... parvoíces toda a gente diz...

Ando sempre a dizer que não me importo com o que os outros pensam de mim... portanto se disse "asneiras", paciência....

Paciência, paciência, paciência, Maria... esquece....



sábado, 1 de fevereiro de 2014

Estupidez... ainda continua



Palhaça... é o que eu sou... mas porque é que eu não fiquei caladinha, não falei o estritamente necessário....

Queixo-me que os dias são todos iguais... olha, agora aguenta Maria... falas-te demais, armas-te em boa... piadinhas... pimba, aguenta Maria...

Só espero ver aquelas pessoas no minimio daqui a 1000 anos...

Estupidez... mas estou a mil


 
Estou a mil... sinto-me acelerada... porquê? porque excedi os meus limites... sim, uma estupidez para a maioria das pessoas... mas eu que sou uma interna tímida, caladinha q.b.... hoje deu-me para falar, dar piadinhas, gracinhas... a umas pessoas que pouco conheço... deu-me para levar a conversa em tom de brincadeira... no fim: parece que aquela não tinha sido eu, muito calor (principalmente nas bochechas), coração a mil, não consigo estar parada e até algumas dores musculares... isto porque não é normal eu ser assim... ter aquele à vontade com as pessoas em questão... sinto que só disse asneira, exagerei... só espero que não se tenha notado...