domingo, 19 de janeiro de 2014

Verdades que doem



Há palavras que doem, custam ouvir, ferrem o nosso interior... e por momentos sentimos que o mundo caio, que ninguém tinha o direito de nós dizer tal coisa... tal coisa assemelha-se aos choques de uma cadeira elétrica, os quais ainda se conseguem sentir por uns dias...

Mas agora percebo... percebo que esses choques apenas me fortaleceram, me deram mais força, que não sou perfeita mas posso superar, ultrapassar as minhas barreira... dói muito... mas o "que não me mata, torna-me mais forte".

Sem comentários:

Enviar um comentário