segunda-feira, 27 de janeiro de 2014

Conversas do passado



Há 10 anos atrás, nos bancos de madeira do pátio da escola, eu, uma colega e um rapaz, estávamos a fazer tempo até a hora de entrada... e até hoje, nunca esqueci a conversa que tivemos...

Eu era a miúda que passava despercebida, tentava disfarçar a minha presença por detrás das minhas colegas, a biblioteca foi muitas vezes o meu refugio... claro que tinha as minhas amigas, o meu grupinho... mas fora deste, era uma miúda antissocial, que não me dava com muita gente, pouco comunicadora, que não dava opinião...

A conversa, era sobre mim.... esse rapaz, disse-me que eu tinha que mudar, tinha deixar de ser tao calada, que não podia limitar me ouvir, tinha que perder aquela timidez, essencialmente tinha que aproveitar a vida...

Ele tinha razão, nessa altura eu era uma mera espectadora da minha vida, limitava-me a observar... eu queria mudar, aliás o que nós tímidos mais queremos é interagir, integra-se num grupo... mas era tao difícil...

Até hoje, nunca esqueci essa conversa... mas esse rapaz, deixei-o de ver... há muitas anos que não o via...

Hoje encontrei-o... e de imediato lembrei-me, como se fosse hoje, desse dia.. Trocamos alguma palavras, e pouco mais... Mas soube-me bem... hoje passados 10 anos sei que mudei, senti-me igual a ele, sem precisar de me esconder, falei abertamente... o tempo passa por nós, para o mal e para o bem :)

6 comentários:

  1. Passa por nós e segue, inexoravelmente, o seu caminho sem retorno. :\

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. ... e esse tempo que passou, esse passado, deixa marca... marca-nos como um ferro em brasa.... as pessoas que entraram e saíram das nossas vidas, as nossas escolhas, decisões... molda-nos... mas a essência, essa está sempre cá...

      Eliminar
    2. Este comentário foi removido pelo autor.

      Eliminar
    3. O passado faz de nós o que somos no presente. E não são só os grandes acontecimentos. Há pequenos pormenores que nos corroem para o resto da vida, como ácido.

      Apaguei o outro comentário. Que vergonha... tinha escrito (à pequenos pormenores). :/

      Eliminar